quinta-feira, 28 de julho de 2011

Uruguai conquista titulo da Copa América e Loco Abreu cai nas graças da torcida do Glorioso

Loco Abreu ergue o troféu da Copa América 2011

entre os Campeões esta o goleiro Castillo e o volante Arevalo (ex Botafogo) e o Idolo Loco Abreu enrolado com a bandeira do Glorioso

Atitude do atacante campeão da Copa América virou destaque nas redes sociais

Campeão da Copa América, Loco Abreu comemorou durante boa parte da festividade pelo título com uma bandeira do Botafogo nas mãos. A atitude do atacante ganhou destaque nas redes sociais e caiu nas graças da torcida alvinegra.

Loco Abreu festeja título com bandeira do Botafogo

O atacante comentou a homenagem que fez à torcida do Botafogo durante a comemoração do título uruguaio ainda no gramado após a vitória por 3 a 0 sobre o Paraguai na final da Copa América, neste domingo, no estádio Monumental de Nuñez. Loco Abreu ficou enrolado com uma bandeira alvinegra. - Lembrei da torcida sim, que não só na Copa América, mas também no Mundial no ano passado ficaram torcendo para gente. Então o mínimo que posso fazer é num gesto de agradecimento a eles levar uma bandeira do Botafogo para o gramado e comemorar - disse o atacante. Loco Abreu

Na Copa América, botafoguenses serão ‘uruguaios’



Os torcedores do Botafogo não ficaram muito felizes com a ausência de Jefferson na lista de convocados de Mano Menezes para a Copa América. Como ‘vingança’, alguns botafoguenses lançaram o movimento no Twitter ‘#soyceleste’. O objetivo é torcer não pela Seleção Brasileira na disputa do mês de julho, mas pelo Uruguai, que já conta com um ídolo do time, Loco Abreu.

Arévalo agradece torcida do Botafogo pelo Uruguai na Copa América

Desde que Loco Abreu se tornou o maior ídolo do atual time do Botafogo, a seleção do Uruguai passou a contar com a simpatia alvinegra. No Mundial da África do Sul, em 2010, os torcedores do clube carioca vibraram com a campanha da Celeste, quarta colocada no torneio. Agora, na Copa América, a história não é diferente.

E, mesmo de saida do Botafogo, o volante uruguaio Arévalo Rios agradece esse carinho.

- Saúdo a torcida do Botafogo que está torcendo pelo Uruguai – afirmou.

"mistura do sentimento pelo Botafogo e pelo Uruguai"

Loco Abreu leva a bandeira do Botafogo ao pódio na conquista da Copa América 2011

Bandeira do Uruguai entre as bandeiras da torcida do Botafogo

Loco Abreu lança sua miniatura e a celesta alvinegra branca

braçadeira de capitão personalizada com as cores do Uruguai e o simbolo do Botafogo

camisa celeste alvinegra

Loco Abreu quer devolver carinho da torcida com Botafogo no topo


Atacante fica emocionado com apoio dos alvinegros durante Copa do Mundo

Celeste alvinegra. A combinação de cores que deu nome à camisa feita em homenagem a participação de Loco Abreu na Copa do Mundo resume bem o que foi a mobilização da torcida do Botafogo durante os jogos do Uruguai, em especial quando o atacante entrava em campo na África do Sul.

De volta ao Rio de Janeiro, o camisa 13 agradeceu o apoio do público e prometeu que fará de tudo com a camisa do Bota para recompensar a força recebida durante o Mundial.

- Foi um prazer ver a força que a torcida do Botafogo deu para o Uruguai. Sou muito grato. Agora quero em campo devolver todo o carinho que eles me deram. Isso vai ficar na minha lembrança - disse.

Por estar no Bota somente há pouco mais de meia temporada, El Loco se mostrou surpreso com a identificação da torcida e admitiu que ficou surpreso por tanto:

- Não esperava pela festa nos jogos do Uruguai. É uma satisfação ver que existe uma relação assim em tão curto período. Vou tratar de colocar o clube no topo.

Por Loco Abreu, botafoguenses deixam Fifa Fan Fest com jeito de Maraca

Torcedores levaram bandeirão em homenagem a Loco Abreu

O Brasil está fora da Copa do Mundo, mas os botafoguenses ainda tinham para quem torcer. Nesta terça, dezenas de alvinegros estiveram presentes à Fifa Fan Fest, em Copacabana, para assistir a Uruguai x Holanda. Por causa de Loco Abreu, todos decidiram apoiar o time celeste, como se fosse o próprio Botafogo.

Três bandeiras, uma delas com a imagem do atacante, e várias faixas do clube davam um clima de estádio ao local. Durante a partida, várias músicas do Botafogo compuseram a trilha sonora da torcida.- Estou aqui por amor ao Botafogo. Loco Abreu acabou com o Flamengo no Carioca e por isso é nosso ídolo. Estou aqui para apoiar ele pelo que fez pela gente - disse o estudante Rafael Santos.

Apesar da torcida, o Uruguai entrou em campo sem Loco Abreu entre os titulares. Nada que diminuísse o ânimo dos torcedores.

- Ele vai entrar no segundo tempo e fazer o gol da vitória. Vai ser 2 a 1 para o Uruguai - garantiu o também estudante André Lomeu.

Fonte: Gazeta Online

Loucura no Botafogo: por Abreu, alvinegros torcem pelo Uruguai

Alvinegros se reúnem para acompanhar a Celeste contra a África do Sul. Jobson, Caio e Maurício Assumpção também desejam sorte ao amigoO Botafogo se vestiu de azul durante a Copa do

Mundo. Por causa de Loco Abreu, torcedores, jogadores e até o presidente Maurício Assumpção passaram a acompanhar e vibrar com a seleção do Uruguai. Nesta quarta-feira, um grupo de torcedores alvinegros se juntou no restaurante do clube para assistir à partida da Celeste contra a África do Sul.

- Torço mais pelo Uruguai do que pelo Brasil. A gente não tem nenhum jogador representando a seleção brasileira, mas tem o Loco no Uruguai. Primeiro, o Botafogo, depois, o Brasil - explicou a estudante Fernanda Medeiros.

E para quem pensa que a torcida era tímida, está enganado. Durante o jogo, os torcedores vibravam a cada lance do Uruguai, como se fosse do Botafogo. Na hora do gol, todos se levantaram e gritaram muito. E também pediram uma nova contratação. “aaaa....Ano que vem traz o Forlán”.

- Ele já tem uma relação com o Loco, um entrosamento. Pode trazer ele e o Lugano para reforçar o time - pedia o também estudante Hans Cristian.

A todo momento em que era anunciada uma substituição, os torcedores se animavam e gritavam o nome de Loco Abreu. Mas o técnico Oscar Tabarez não colocou o atacante em campo, frustrando os botafoguenses, que criticaram: "burro, burro, burro".

Torcida do time e da diretoria

Antes da partida entre Uruguai e África do Sul, o atacante Jobson foi apresentado como reforço da equipe alvinegra para a temporada. E até ele já está torcendo pelo seu companheiro.

- Vou torcer, sim, pelo Loco Abreu na Copa do Mundo - afirmou.

Ao seu lado, o presidente Maurício Assumpção também desejava sorte ao seu atacante. Mas lamentava a ausência dele na reapresentação do grupo, nesta quinta-feira.

- Não torço exatamente pelo Uruguai. Meu segundo time é Loco Abreu. Torço por ele. Mas ele faz uma falta danada no clube. Não só tecnicamente, mas pelo grupo, a forma como ele interage com todos os atletas - explicou.

Caio também não torce especificamente para o Uruguai mas, como todos no clube, deseja sorte a Abreu.

- Eu vou ficar na torcida para o Loco realizar uma boa Copa do Mundo individualmente. Eu sou Brasil e vou torcer apenas para a nossa seleção. Não tem como torcer pelo Uruguai, principalmente pela nossa rivalidade.

domingo, 2 de janeiro de 2011

ESPECIAL: A Década do Botafogo


A estrela solitária voltou a brilhar em 2010. O Botafogou interrompeu uma sequência de vice-campeonatos para o Flamengo e derrotou o rival no Carioca deste ano. E não foi uma simples conquista. Teve sabor especial. O Glorioso venceu os dois turnos (Taça Guanabara e Taça Rio) e não precisou jogar finais. Além disso, a arrancada para o título começou após uma goleada de 6 a 0 imposta pelo Vasco. Aí chegou Joel Santana. O resultado todos sabem: campeão estadual.

A década teve um rebaixamento para a Série B do Brasileiro, mas logo superado. O Botafogo voltou à elite nacional e passou por um processo de reorganização. A estrutura alvinegra melhorou. O Botafogo tem como casa o Engenhão, um dos estádios mais modernos do Brasil, e esperança de ter muito sucesso nos próximos dez anos.

Títulos:

2006 - Campeonato Estadual
2010 - Campeonato Estadual
Time ideal:
Jefferson; Joílson, Sandro, Juninho e César Prates; Leandro Guerreiro, Túlio, Lucio Flavio e Zé Roberto; Dodô e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana

Jogo mais marcante:
Botafogo 2x1 Flamengo (2010)
Em disputa pela final do Estadual, após três derrotas seguidas para o rival, o Glorioso vence com gols da dupla de ataque Herrera e Loco Abreu, com cavadinha do último. Mesmo com uma equipe teoricamente mais fraca, o Alvinegro derrota o adversário que contavas com astros como Adriano, Vagner Love e Bruno. Jefferson ainda pegou um pênalti do Imperador. O jogo lavou a alma dos botafoguenses.

Jogo mais decepcionante:

River Plate 4x2 Botafogo (2006)
Oitavas de final da Sul-Americana. Mesmo sem ser uma decisão, o jogo teve proporções catastróficas e traumatizou o torcedor alvinegro. O Glorioso vencera o primeiro jogo por 1 a 0 e no segundo tempo batia os argentinos por 2 a 1 com um homem a mais em campo. A célebre frase " Tem coisas que só acontecem ao Botafogo" nunca se encaixou tão bem como desta vez, traduzindo bem a tragédia. Faltando pouco mais de 15 minutos, a equipe tomou três gols, sendo o último deles nos acréscimos e conseguiu a façanha de perder uma classificação encaminhada. Decepção é a palvara para este triste episódio.

Fonte: lancenet

Botafogo ganha mais um ídolo na década, Loco Abreu

Loco Abreu cai nas graças da torcida com carisma e gols

surgiu mais um ídolo: Loco Abreu. O uruguaio tem pouco tempo de casa, mas o seu carisma arrebatou a torcida. Além dos gols, é claro. Tem como esquecer a cavadinha na final da Taça Rio contra o Flamengo de Bruno (algoz em outras decisões)

Grande ídolo do Botafogo após Túlio Maravilha, fez o gol do título estadual após três vice-campeonatos seguidos sobre o maior rival, cobrando pênalti com sua cavadinha "humilhando" Bruno, algoz das últimas decisões. Mesmo com apenas um ano de clube, seus gols, sua raça e seu forte carisma enlouqueceram o torcedor alvinegro que viu no uruguaio um novo ídolo. Loco Abreu é supersticioso como o Botafogo e só joga com a 13. É a cara do Glorioso.

Fonte: lancenet

CBF unifica titulos e o Botafogo é Bi-Campeão Brasileiro

O Botafogo comemorou a oficialização dos títulos brasileiros pela Confederação Brasileira de Futebol. Agora o clube é definitivamente bicampeão brasileiro, com a anexação da Taça Brasil conquistada em 1968, com a conquista do Campeonato Brasileiro de 1995.

Com o anúncio da CBF, foi realizada uma cerimônia na qual o presidente do clube Mauricio Assumpção e o vice Antônio Carlos Mantuano compareceram.

Ricardo Teixeira, presidente da entidade máxima do futebol brasileiro explicou a sua decisão de unificar os títulos. "Fui procurado com uma vasta documentação em que os clubes pediam o reconhecimento dos campeonatos de 1959 a 1970. A CBF está tomando uma decisão histórica na medida que reconhece um passado de ouro do futebol brasileiro. Como presidente da CBF, tenho o orgulho de parabenizar os jogadores e torcedores de Santos, Palmeiras, Botafogo, Fluminense, Bahia e Cruzeiro pelas conquistas ", disse.

Para o Botafogo, o reconhecimento do título da Taça Brasil de 1968 premia uma geração de ouro do clube, que encantou o país e o mundo na década de 60. Neste período, o Glorioso foi bicampeão carioca duas vezes (em 1961 e 1962 e em 1967 e 1968), conquistou três vezes o Rio-São Paulo (1962, 1964 e 1966), sem contar os diversos títulos em excursões internacionais.

Além disso, o Botafogo foi base da Seleção Brasileira em seus anos dourados, com a conquista de três Copas do Mundo em quatro disputadas. Nilton Santos, Garrincha e Didi (1958 e 1962), Amarildo e Zagallo (1962), Jairzinho, Paulo Cézar Caju e Roberto Miranda (1970) eram jogadores do clube nestes títulos. Fora eles, Paulinho Valentim, Quarentinha, Manga, Gerson (também campeão do mundo), Rildo, Sebastião Leônidas, Carlos Roberto, Waltencir e Nei Conceição, entre outros, também serviram à Seleção no período.

Em comunicado o Botafogo parabenizou os jogadores da conquista: "(São) os heróis da Taça Brasil de 1968, eternos ídolos do clube e, agora, campeões brasileiros oficialmente".


*Com a unificação, o Botafogo tornou-se o primeiro time carioca a conquistar o Campeonato Brasileiro de Futebol.